O que é Impermeabilização?

Impermeabilização, é o processo de tornar algum material, área ou objeto impermeável (estanqueidade), isto é, de fazer com que a água, outros fluidos não consigam atravessar esse material, área ou objeto.

É muito comum sermos questionados em atendimentos, seja de caça vazamentos ou de estudo de infiltrações, em que identificamos as falhas ou a falta de impermeabilização correta e o cliente informa já ter feito vários investimentos com impermeabilizações, na tentativa de resolver o problema em qual seria a melhor técnica ou impermeabilizante. E em virtude dessa dúvida frequente, vamos orientar sobre as impermeabilizações, seus tipos e algumas características.

NÓS LIGAMOS PRA VOCÊ:

Basicamente, impermeabilizar é fornecer a um objeto ou superfície, através de processos físicos ou químicos, a capacidade de resistir a água, protegendo-os de seus efeitos prejudiciais gerados pelas infiltrações.

Como funciona o processo de impermeabilização?

Existem produtos de diversos fabricantes que tem em comum, a capacidade de fornecer às superfícies de paredes, pisos, lajes, telhados, calhas dentre outras, uma barreira física impedindo que a água infiltre, gerando assim a proteção necessária, evitando danos à móveis, esquadrias, fundações, lajes, paredes, entre outros.

A água atuando de forma constante, pode afetar um imóvel gerando desde pequenas questões estéticas como mofo, mudança na coloração de paredes e revestimentos ou em casos mais agressivos e com exposição prolongada danificar a estrutura do imóvel, seja no concreto ou nas ferragens da edificação.

Qual é melhor técnica de impermeabilização para o meu caso:

Primeiro tem que se levar em conta que não adianta apenas tratar o indício físico da umidade ou infiltração, para que a situação seja resolvida de forma definitiva, é necessário que se trate a causa raiz, veja de nada adianta pintar a parede se o foco da umidade não for resolvido, pois em breve o mofo ou bolor retornará.

É muito importante termos em mente que o correto e realizar um estudo de infiltrações, onde um especialista com conhecimento, experiência e formação técnica, utilizando-se de equipamentos modernos, como câmeras térmicas, medidores de umidade e com testes específicos localiza o problema.

Tentativas de impermeabilizações e o uso do impermeabilizante incorreto podem mascarar ou tornar mais grave o problema.

Com a orientação correta a impermeabilização deve ser feita seguindo rigorosamente as etapas e procedimentos técnicos.

Como deve ser feita a impermeabilização:

Independentemente do tipo de material, método ou produto utilizado deve-se seguir um escopo técnico e preparar corretamente a superfície de impermeabilização, seja desagregando as camadas danificadas, fazendo a aplicação de fundos ou utilizando técnicas preparatórias.

A escolha do produto mais indicado, com as corretas características técnicas é outro fator essencial na obtenção de êxito no processo de impermeabilização.

Um dos maiores problemas, que geram inúmeros retrabalhos e a consequente falha no processo de impermeabilização, é a falta de conhecimento do profissional responsável pelo acabamento, pois ele pode involuntariamente danificar ou contaminar a superfície impermeabilizada, seja pela falta de cuidado ou pela utilização de produtos incorretos pós impermeabilização.

Por isso o ideal é que todo o processo seja conduzido por uma empresa ou técnicos especialistas em impermeabilização em todas as suas etapas da preparação ao acabamento.

Durante as etapas de impermeabilização, testes de estanqueidade e inspeções devem ser realizados visando avaliar a efetividade da impermeabilização.

Quais estruturas merecem mais atenção ou mais sofrem com a umidade:

Os locais que estão mais sujeitos a umidade, que recebem ou podem acumular água, devem ter uma atenção especial por isso deve-se avaliar internamente e externamente alguns locais:

Na área externa todas as superfícies que tem contato com águas de chuvas, devem ser verificadas frequentemente, como os telhados, lajes, calhas, rufos, pingadeiras, fachadas, janelas de alumínio, madeira ou qualquer material e suas estruturas, paredes, pisos, fundações em áreas externas dentre outros.

Já na área interna, pisos principalmente de box de banheiro, lavabos, cozinhas, lavanderias, varandas, bancadas em mármore, granito, pias de cozinhas, base de torneiras, bases de vasos sanitários dentre outros.

Quando o assunto é a suspeita de vazamentos é importante que seja avaliada também a impermeabilização de cisternas, piscinas, caixas de água, reservatórios em condomínios e casas.

Tipos de impermeabilizantes e tecnologias utilizadas na impermeabilização

Quando as umidades e infiltrações surgem seja na área externa ou em área interna, a impermeabilização pode ser feita com impermeabilizantes rígidos que são agregados a argamassa ou ao concreto, ou flexíveis que são mantas pré-moldadas e misturas moldadas no local, produzidas de fibra flexível de poliéster.

A melhor escolha depende da necessidade e de cada caso, da utilização do ambiente e em algumas situações a combinação de ambos os impermeabilizantes pode ser o mais aconselhável.

As tecnologias de impermeabilização mais comuns são:
Mantas asfálticas; mantas líquidas; resina de gel acrílico; resina de poliuretano; resinas flexíveis; resinas rígidas; resina epóxi; resina de poliéster; resina estrutural; micro cimento com aditivos especiais, entre outras.

A impermeabilização é a solução definitiva:

É importante que entender que qualquer impermeabilização, desde a mais simples a mais complexa, deve receber manutenção preventiva, para que a vida útil da superfície aumente, mantendo as características da impermeabilização e que medidas auxiliares, sejam adotadas corretamente, minimizam assim vários problemas pois grande parte das infiltrações e umidades dos imóveis, são geradas por vícios construtivos ou técnicos.

Avaliar e adequar o nível de inclinação de telhados e de pisos em áreas molhadas, auxilia evitando o acumulo de água, melhorar a ventilação de ambientes, e a adoção de várias outras medidas podem auxiliar muito no aumento da vida útil da superfície ou estrutura impermeabilizada.

A correta identificação da causa raiz da infiltração ou vazamento, a preparação correta das superfícies, a escola do melhor e mais adequado impermeabilizante, o acabamento realizado dentro das normas técnicas, a manutenção preventiva e a adoção de medidas complementares são o segredo para o sucesso da impermeabilização.

ESTÁ COM ALGUM DESSES PROBLEMAS E PRECISA DE AJUDA ?
DEIXE SEU CONTATO QUE LIGAMOS PRA VOCÊ:

Quem somos nós?
Nesse vídeo curto, você
pode entender um pouco
do nosso trabalho e de quem nós somos.

Desenvolvido por

Solicite um orçamento agora!

× Faça seu orçamento pelo WhatsApp